terça-feira, 30 de setembro de 2014

Trecho de Amor Vampiro

Segue um trecho do conto que eu escrevi. Espero que gostem!


Nessa hora, sem perceber, ela chorava como criança, sem acreditar que o homem que ela já estava amando era um assassino. Seus sonhos estavam desmoronando em sua cabeça. Foi quando ela ouviu uma voz em sua cabeça dizendo: “Peço que se lembre de tudo e de mim”.
Como num toque de mágica ela se lembrou daquele homem que estava na sua frente. Ele apareceu para ela várias vezes enquanto ainda era criança e cuidou de seus machucados depois de ter caído da bicicleta, nas noites em que a febre parecia não ceder. Ele havia dito em uma dessas ocasiões que nunca a abandonaria e ele estava ali, por ela. Seu amor cresceu mais uma centelha, rapidamente Amanda controlou essa emoção.
- Mais você não envelheceu. Como pode?
- Eu... - ele parou e coçou a cabeça como se não soubesse se deveria ou não contar – Amanda – ele pegou a mão dela e com olhar serio acrescentou – Eu sou um vampiro.
Sem acreditar no que estava ouvindo ela ficou parada olhando para o rosto petrificado de Ariel. “Pense bem como eu estaria na sua infância e aqui agora, com a mesma aparência”.
- Eu sei disso, mas é difícil de acreditar que eu tenho o meu próprio Drácula – ela tentou demonstrar humor.
- Duvido que você fosse querer um sanguinário ao seu lado – e com um dedo delicado ele acariciou o rosto dela - Mas eu aceito ser seu, aliás, é o que mais quero desde que me apaixonei por você quando ainda era um bebê.
- Como pode ser?
- Naquela época eu trabalhava no hospital em que você nasceu, fui eu que fiz seu parto. E desde que te vi pela primeira vez me apaixonei.
- Mais que tarado – dizendo isso ela pulou nos braços dele e o beijou profundamente.
- Agora posso alimentar minha doente.
- Claro doutor – ela já estava abrindo a boca para aceitar sua primeira colher de sopa.
Assim que acabou de comer ela foi acometida por um sono e caiu nos braços do seu amor para dormir. Seus sonhos estavam rodeados por seu vampiro e de flores coloridas e alegres. Mas como em todos os outros uma enorme escuridão se apossava de tudo e ela fica sozinha naquela imensidão sem fim. Para onde quer que ela fosse à escuridão a seguia.
De repente, ela acordou assustava e percebeu que permanecia deitada naquele tórax firme de seu amado e suspirou de alívio. Ela ficou ali o observando dormir. Pelo que pôde perceber, todas aquelas coisas de vampiros eram mitos, pois ele estava ali com ela em pleno dia.
- Como você consegue sair durante o dia?
- Por ter mais de mil anos, isso me fortalece para muitas coisas.
- Que bom assim não preciso esperar a noite para te ver.
Ele pegou o queixo dela e a beijou delicadamente.
- Eu não estava mais aguentando ficar longe de você.
- Então não fique e sim fique comigo.
- Mas eu te quero para todo o sempre.
Amanda enrijeceu nos braços dele, por mais que o amasse não queria aquela vida para ela. Jamais viveria com a consciência de que havia matado alguém, por mais que fosse para sua sobrevivência. Não, isso não era para ela.
Percebendo a dor que sua reação tinha causado nele, ela tentou se aproximar novamente dele. Contudo, Ariel saiu da cama de forma abrupta e Amanda não teve tempo de segurá-lo.
- Desculpe, mas essa não é a vida que quero para mim. Eu te amo, não posso viver assim.
- Quer dizer que posso ser uma relação amorosa para você, uma companhia passageira. Mas não posso ser seu amor eterno.
- Não é isso. É que jamais poderei sobreviver sabendo que tenho que matar para isso – lágrimas escorriam por seu rosto – Te imploro, nunca duvide do meu amor.
- Ah! Corta essa.
- Você não pode me impor a sua natureza e esperar que eu aceite numa boa – ela já estava gritando histericamente – Por favor, saia da minha casa.
- Não precisa nem repetir – com isso ele saiu do seu apartamento – Adeus Amanda e só para lhe informar, nós não precisamos matar para sobreviver.

Já tinha passado um mês desde seu último encontro com Ariel, e ela não sabia como encontrá-lo, seu desespero foi crescendo a cada dia que riscava no calendário. Seu trabalho já não estava rendendo mais e não estava mais mantendo uma conversa decente com ninguém, nem com sua melhor amiga, que a todo custo tentava saber o que estava acontecendo.
Algumas vezes ela o encontrou na rua, quando tentava se aproximar ele sumia no meio da multidão. Ela começou a definhar ao passar dos dias, sua tristeza estava esmagando suas entranhas. Era como se um pedaço de sua alma tivesse sido tirada dela.

Ariel não mais dormia e a cada dia que passava estava se sentindo mais sombrio. Já tinha se acostumado tanto com a presença da Amanda que agora se sentia como um viciado em drogas frequentando a reabilitação.
Seu melhor amigo e vampiro de longa data já não estava mais aguentando suas rabugices.
- Penso que o melhor para curar seu mau humor é procurar seu pequeno pedaço de carne e fazer as pazes.
- Não fale assim dela – Ariel parecia uma besta humana, seu olhar transbordava sua fúria – Ela não quer ser como eu – seu olhar agora estava triste.
- Então é só obrigá-la.
- Não – ele rugiu – Ela tem que aceitar ser como eu.
- Então meu amigo, sinto ser eu o proclamador de tais notícias – ele fez uma reverência exagerada – Pelo que percebi, ela é cabeça dura e você um turrão mal humorado e...
- Não fale nada – Ariel já sabia disso, mas seu amor por Amanda era tão grande que preferia morrer a imaginá-la com outro homem.
  

Não se esqueçam de comentarem!

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Eterno Castigo - Kizzy Ysatis - Ed Giz Editorial

Em época de Bienal estamos cheios de lançamentos. Segue mais um nacional do escritor Kizzy Ysatis. Lançamento no dia 30/08/2014 também pela Ed Giz Editorial.

Foto: Senhoras e senhores, é com orgulho que lhes apresento a capa de minha novíssima obra: ETERNO CASTIGO (Giz Editorial 2014). Lançamento: 30/8
SINOPSE: "Eterno Castigo, quarto volume dos Cânticos do Paralelo Noturno, é uma coletânea de histórias escritas e ilustradas por Kizzy Ysatis e dividida em duas partes. Na parte I (contos) encontram-se reescritos os antigos contos vampirescos do autor, junto a eles somam-se mais dois inéditos. Na parte II (novela), o autor inova em Perfume para Kaori, realizando o primeiro crossover entre vampiros da Literatura Fantástica Brasileira, ao unir o universo de dois dos mais expressivos personagens do gênero: o vampiro Luar e a kyuketsuki Kaori, criada por  Giulia Moon. Presente em dose dupla para os fãs."

[modelo: Igor Maion]
[make e foto: Ka Uziel]
[finalização e tratamento digital: Dimitry Uziel]

Eterno Castigo, quarto volume dos Cânticos do Paralelo Noturno, é uma coletânea de histórias escritas e ilustradas por Kizzy Ysatis e dividida em duas partes. Na parte I (contos) encontram-se reescritos os antigos contos vampirescos do autor, junto a eles somam-se mais dois inéditos. Na parte II (novela), o autor inova em Perfume para Kaori, realizando o primeiro crossover entre vampiros da Literatura Fantástica Brasileira, ao unir o universo de dois dos mais expressivos personagens do gênero: o vampiro Luar e a kyuketsuki Kaori, criada por Giulia Moon. Presente em dose dupla para os fãs.

Flores Mortais - Giulia Moon - Ed Giz Editorial

Escritora Giulia Moon, lançará seu novo livro de contos vampirescos no dia 30/08/2014, no Stand da Editora Giz Editorial.

Recado da titia Giulia para os leitores: 
Venha ao encontro das filhas da Lua.
Siga em frente e receba o beijo gelado das vampiras. 


Arte da capa: Néia Carvalho e Diego Martins.

Frágeis, obstinadas, corajosas, muitas vezes egoístas e sombrias. Cada uma das protagonistas das histórias deste livro, à sua maneira, personifica aspectos diferentes do universo feminino, com uma pequenina peculiaridade: são vampiras. As Flores Mortais que crescem nas sombras da noite. Belas, sedutoras, mas também predadoras cruéis.

Flores Mortais é a coletânea de histórias de vampiras escrita e ilustrada por Giulia Moon, autora da série Kaori.

Incluindo o conto "A exótica dama oriental e o inesperado luar" com participação do personagem Luar, criado por Kizzy Ysatis.
A parte 1 do primeiro crossover da literatura vampírica brasileira.

Para aqueles que desejam conhecer outras obras da escritora, seguem a lista de suas obras:
- Kaori - Perfume de Vampira;
- Kaori - Coração de Vampira;
- Kaori - E o Samurai sem braço;
- Livro de Contos - Amor Vampiro (que conta com obras de outros escritores nacionais)
- A Dama Morcega


sábado, 26 de julho de 2014

Divulgada a capa do livro "Despedaçada" de Teri Terry.

A Editora Farol Literário, revelou a capa do último livro da Trilogia "Reiniciados" da autora Teri Terry. O livro será lançado no mês de Agosto. Provavelmente, na Bienal de São Paulo.

Despedaçada 

Os dois primeiros são: Reiniciados e Fragmentada.

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Elenco oficial do filme "Cinquenta Tons de Cinza"

Esses são os atores que interpretaram os personagens do filme Cinquenta Tons de Cinza. Filme este que será lançado em Fevereiro de 2015.
Agora é só aguardar!

Jamie Dornan será Chistian Grey
Dakota Johnson será Anastasia Steele
Max Martini será Taylor
Eloise Mumford será Kate Kavanagh
Victor Rasuk será José Rodriguez
Callum Keith será Ray Steele
Rita Ora será Mia Grey
Marcia Gay Harden será Grace Trevelyan Grey
Dylan Neal será Bob Adams
Jennifer Ehle será Carla




Espero que tenham gostado do Elenco!

Trailer oficial de "Cinquenta Tons de Cinza"

Este é o trailer oficial do 1 livro da série mais faladas e criticada de 2013, devido seu conteúdo provocante e sexual.





Kind - J. R. Ward

Estou muito ansiosa para ler! 
Tenho todos os livros da autora J. R. Ward. Cada livro, contém uma história baseada em um personagem diferente.
King é o mais novo lançamento da Irmandade das Adagas Negras.
Vale muito a pena ler os livros dela.



Vida longa ao Rei...

Depois de dar às costas ao trono por séculos, Wrath, filho de Wrath, finalmente assumiu o manto de seu pai – com a ajuda de sua amada companheira.Mas a coroa está pesando em sua cabeça. Enquanto a guerra com a Sociedade Redutora continua, e a ameaça do Bando de Bastardos realmente atinge o alvo, ele é forçado a tomar uma decisão que coloca tudo – e todos – em risco.

Beth Randall pensou que estava consciente do que estava se metendo quando se juntou ao último vampiro puro sangue do planeta: não seria um passeio no parque. Mas quando ela decide que quer um filho, está despreparada para a reação de Wrath – ou para a distância que isso cria entre eles.

A questão é: vencerá o verdadeiro amor... ou um legado torturado assumirá?